OPINIÃO – Sobre Kendrick, Beyonce e RapBR

10258089_273271306187684_4450582017839352950_n

Por Rocha*

Colabore com a Agenda Preta

Kendrick Lamar sempre foi um gênio, seja em rimas, em flows ou temas, temas que por diversos momentos bate de frente com o mainstream, ao qual o mesmo é inserido. O malandro sempre rimou sobre preto, violência policial e já fez música contra o álcool (isso dentro de uma cena em que a chapação é super valorizada). Só por isso já dá pra notar que o mano é diferenciado, nem precisava de Grammy pra saber disso!
Beyonce recentemente lançou o clipe da Formation, deixando os brancos e a imprensa em choque nos EUA. A cantora preta numero um do mundo, aliás, a CANTORA NUMERO UM DO MUNDO, fez um video contra o racismo institucional e contra a violência policial, vai vendo…rs
No caso do Kendrick e da Beyonce, só evidencia que a música preta é muito além de entreter, ela ainda tem uma responsabilidade com sua comunidade, pois é uma música representativa! Pode falar de putaria, droga, crime ou até ostentação, ainda ela vai carregar signos naturais!
Agora o rap Brasileiro, estilo que sempre copia toda tendência que os States lança, quero vê como vai absorver essa fita! Será que o rap vai voltar a respeitar a ancestralidade? Pois atualmente os “pá” do novo rap são brancos, e a maior deles ainda não entenderam as ideias do hip hop. Não entenderam que qualquer etnia pode produzir hip hop, mas a cultura ainda continua sendo negra! Muitos desses rappers acreditam em “racismo inverso”, mesmo sendo fã do 2Pac, do Rakim, do Mos Def, do Talib Kweli e etc, ou seja, não aprenderam porra nenhuma!
E o que mais me preocupa, é que da mesma forma que a uma geração imitou Racionais, Faccão Central, RZO, Consciência Humana, Consequência, Mizurisana, SP Funk, pelo fato deles terem sido grupos de destaque de uma determinada época, os moleque que tão chegando no rap agora, vão ter como referência os grupos de ideia boróca! Significa que os pretinho barrigudinho de favela, podem fazer sons e ter as mesmas ideias que os branquinho reaça de prédio!
Chega até ser engraçado; grandes nomes do rap estadunidense fazendo música combativa, enquanto boa parte do novo rap tupiniquin tem ideias e sons reaça!
Obs: Rap é música e música é livre. Qualquer um pode fazer e pode ter qualquer tema, mas não podemos confundir grilhões com correntes de ouro!

*Rocha é MC, integrante da banca Audácia e do grupo QI Alforria. Atualmente trabalha em “Atentado ao pudor”, seu segundo EP solo, sucessor de “Pra quinta categoria também ser 5 estrelas“.

Publicado originalmente no Facebook do Rocha: https://www.facebook.com/rochaaudacioso/

Comentários

comentários

Junior Rocha

Preto, amante de tecnologia, política, cultura e cerveja. Fundador da Agenda Preta e de outros projetos que ainda não existem.